Vocações da cidade

por acm

Por influência de alguns pensadores brasilienses, passei a defender nos últimos anos a tese de que as soluções para os problemas do Distrito Federal não estão aqui, mas sim fora dos limites do nosso território. É preciso promover o desenvolvimento das cidades ao redor do DF, com a geração de emprego e renda nessas localidades, se quisermos realmente promover uma distribuição igualitária de riquezas e se quisermos salvar Brasília dos malefícios que acometem as grandes metrópoles brasileiras.Mas como atrair empresas para locais onde não existe sequer infraestrutura básica para a população? A Federação do Comércio tem se dedicado a responder esta e outras perguntas relacionadas ao modelo de desenvolvimento econômico adotado no DF com a realização de um ciclo de palestras chamado Brasília 2015. Ao final de um ano, apresentaremos um estudo com as sugestões apontadas. Será um trabalho da Fecomércio em parceria com a sociedade.

No último encontro realizado pela Federação, em 30 de outubro, os economistas Roberto Piscitelli e José Luiz Pagnussat criticaram o crescimento desordenado de Brasília. Ambos concordaram que é preciso desconcentrar a atividade produtiva, com a descentralização de serviços. Isso requer planejamento e instâncias intermunicipais de governo. Para gerar oportunidades nessas cidades ao redor do DF é preciso, sobretudo, investir em suas vocações ou incentivar as vocações possíveis.

Tenho a certeza de que cidades como Planaltina, Formosa, Cristalina e Santo Antônio do Descoberto, entre outras, podem ser referências em turismo, comércio, gastronomia ou lazer. São alguns dos setores que mais crescem no mundo e se encontram adormecidos nesses locais. Além disso, são dinâmicos e geram empregos que podem ser absorvidos por pessoas sem nível superior, com diplomas de cursos técnicos. Sabidamente, serviços é o setor do futuro. Imagine apenas como a instalação de uma grande universidade ou um grande centro de compras poderia mudar a realidade dessas cidades. O resultado seria desenvolvimento.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 07/11/2012,

Brasília, 7 de novembro de 2012

Adelmir Santana Presidente do Sistema Fecomercio-DF