Varejo fecha 2016 com a maior queda em 16 anos

O movimento dos consumidores nas lojas de todo o País caiu 6,6% em 2016, na comparação com o ano anterior, de acordo com levantamento da Serasa Experian. Esse foi o pior resultado do varejo da série histórica do indicador, que teve início há 16 anos.

A maior baixa até então, de 4,9%, havia sido registrada em 2002. Entre todos os segmentos analisados pela Serasa, a maior queda partiu do comércio de veículos, motos e peças, de 13%, seguida por tecidos, vestuário, calçados e acessórios (12,6%), além de móveis, eletroeletrônicos e equipamentos de informática ( 11,1%).

Também mostraram resultados negativos lojas de material de construção (-5,4%) e supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas (-7%). Somente o segmento de combustíveis e lubrificantes mostrou alta de 1,8%.