Uso coletivo do lago

por acm

Nas últimas semanas, o governo do Distrito Federal sinalizou a sua intenção de facilitar o acesso da população ao Lago Paranoá. Conforme comentei aqui neste veículo, essa é uma medida fundamental, necessária para preservar o nosso principal espelho d’água e capaz de gerar desenvolvimento econômico e social para cidade. É importante frisar que a democratização da orla passa necessariamente por um processo de ampliação das áreas vivencias e pela instalação de equipamentos públicos nestes espaços. Não basta somente criar os parques, é preciso que os locais tenham segurança, iluminação, estacionamentos, banheiros e lixeiras, além de áreas para exploração comercial.

Brasília já possui parques e espaços públicos à beira do lago. Os mais utilizados são evidentemente aqueles dotados de equipamentos de uso coletivo. Isso incentiva não apenas a democratização da orla, mas uma preservação e uma conscientização sobre os nossos recursos naturais, que passam a ser utilizados e fiscalizados pela população. No projeto em estudo pelo governo estão previstos 29 parques de multiuso, entre unidades de conservação e áreas vivenciais.

Alguns, como a Prainha e a Conha Acústica, por exemplo, precisam ser revitalizados. Outros, como o Parque das Garças e o Piscinão do Lago Norte, precisam de grandes investimentos. Existem graças ao esforço da comunidade, mas contam com pouca ou nenhuma infraestrutura governamental. Ocupar a orla com parques ecológicos e empreendimentos sustentáveis é sobretudo uma forma de cuidar do Lago Paranoá e fomentar o turismo em Brasília.

O Estado, sozinho, tem poucas condições de zelar pelos quase 40 quilômetros quadrados de área superficial do nosso espelho d’água. As possibilidades de parcerias, com o governo federal, inclusive, são muitas. O certo é aproveitar as águas brasilienses e proteger o nosso cartão postal.

Adelmir Santana – Presidente da Fecomercio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.

Brasília, 18 de fevereiro de 2013

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 18/02/2013

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de Política de Cookies e Política de Privacidade para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.