Uma história de 42 anos

por acm

Movidos pelo ideal de construir um mundo novo com a certeza da honestidade e a força do trabalho, um grupo de empresários pioneiros de Brasília fundou, em 4 de outubro de 1970, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal. Capitaneados pelo comerciante, poeta e jornalista Newton Rossi, o intuito desses empreendedores era um só: trabalhar e progredir. Nascia assim a Fecomércio. Passados 42 anos, esse ainda é o sentimento dos dirigentes dessa instituição. Continuamos a acreditar em Brasília e na sua capacidade de gerar desenvolvimento.

No início, a Federação do Comércio representava apenas cinco sindicatos patronais. Estávamos reunidos entre lojistas, vendedores de produtos farmacêuticos, re-vendedores de automóveis, varejistas de carnes e corretores de imóveis. Brasília era uma cidade em construção, mas já tinha gravado no seu DNA a vocação para os setores de comércio e serviços, além, é claro, de contar com uma forte presença da administração pública. Depois de Newton Rossi, se sucederam na presidência da Fecomércio os empresários Sérgio Koffes, Eunício Oliveira, Wlanir Santana e Miguel Setembrino.

Com o passar dos anos, a Federação ganhou novos integrantes. Tenho a satisfação de presidir uma instituição que congrega, hoje, 24 sindicatos associados e dois filiados, que juntos representam 95 mil empresas. Essa representatividade foi construída por muitas pessoas, com muito trabalho. Em mais de quatro décadas foram inúmeras as conquistas em benefício da sociedade. A Fecomércio participou efetivamente da implantação de todos os órgãos ligados aos interesses do empresariado, como o Conselho de Desenvolvimento Econômico, a Secretaria de Trabalho e a Junta Comercial.

Por meio de um diálogo constante com representantes dos Três Poderes, foi possível ainda criar planos de financiamento, regularizar comércios, instalar áreas de desenvolvimento e defender a micro e pequena empresa. Batalhamos pelo aperfeiçoamento do Código de Defesa do Consumidor, pela redução da carga tributária e pela desburocratização do Brasil. Por meio do Sesc, do Senac e do Instituto Fecomércio, todos administrados pela Fe-deração, também oferecemos educação profissional, saúde, cultura, esporte e lazer para população. Além disso, disponibilizamos assessoria e consultoria especializada para o empresário.

Por essa história de luta e suor, empreendedorismo e inovação, a Câmara Legislativa do Distrito Federal realizará no dia 31 de outubro, às 10h, uma sessão solene pelo aniversário da Federação do Comércio. A iniciativa da deputada distrital Eliana Pedrosa é mais do que uma homenagem. Para nós, é um reconhecimento pela atuação em defesa de Brasília. Sabemos que a cidade não é mais a mesma. Sérios problemas urbanos afetam a capital, mas continuamos a acreditar que podemos, juntos, construir um mundo novo. Trabalhar e progredir continuam sendo um bom lema.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 08/10/2012,

Brasília, 8 de outubro de 2012

Adelmir Santana Presidente do Sistema Fecomercio-DF