Presidente da Comissão de Turismo diz na Fecomércio que está lutando para a aprovação dos cassinos no País

O deputado federal e presidente da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, Herculano Passos (PSD-SP) afirmou que está lutando para que o projeto de legalização dos cassinos no Brasil seja aprovado na Câmara dos Deputados. O parlamentar também ressaltou, durante reunião do Fórum Nacional de Turismo (Fornatur), realizado na sede da Fecomércio-DF, nesta quinta-feira (11), que os cassinos seriam uma nova fonte de renda e emprego, além de alavancar o turismo no País.

Herculano disse que é defensor dos cassinos e está trabalhando na matéria para discutir em plenário e ser votado, posteriormente. “Ontem mesmo, estive com o presidente da Câmara dos Deputados para tratar do assunto. Entretanto, no Brasil existe uma polêmica, pois a bancada evangélica é contra o projeto. A minha argumentação é a de que os países que predominam a religião cristã a maioria, se não todos, contam com cassinos”, argumenta.

O parlamentar disse ainda que o Brasil está atrasado 70 anos na história, já que o País proibiu os cassinos em 1946. “Hoje, muitos brasileiros saem do Brasil para gastar o seu dinheiro em cassinos de países da América do Sul. Também é fácil encontrar cassinos que trabalham na ilegalidade, deixando de dar arrecadação para o governo e assinar as carteiras de trabalho dos funcionários. Com a legalização, vamos atrair o público interno e externo, criando uma renda imensa para o País”, acredita Herculano.

O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, participou da reunião e aproveitou para falar do esforço da Federação em alavancar o turismo na capital do País e no Brasil. “A Fecomércio vem dando um atenção especial ao turismo, pois sabemos da grande importância econômica e social do setor. Já criamos uma câmara temática sobre o assunto e estamos elaborando projetos para transformar Brasília em um ponto turístico consolidado”, disse Adelmir. Ele também colocou todas as ferramentas da entidade à disposição do ministro e do Fornatur para a realização de futuras reuniões.

Já o presidente da Câmara Temática de Turismo e Hospitalidade e do Sindeventos-DF, Francisco Maia, disse que a reunião é uma oportunidade de buscar ligações, contatos e inserir os anseios de Brasília na pauta do turismo nacional. Maia também defendeu a legalização dos cassinos no País. “Essa pauta para o turismo é fantástica, pois será uma grande ferramenta para gerar renda, emprego e aumentar o número de turistas estrangeiros no Brasil”, informou Maia.