Prazo para grandes geradores assumirem gestão de resíduos terá novo cronograma

O prazo para grandes geradores de resíduos sólidos assumirem a gestão do material terá novo cronograma, definido de acordo com o volume de resíduos produzidos. As regras constam em decreto assinado pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, na tarde desta quarta-feira (22), em coletiva de imprensa no Salão Branco do Palácio do Buriti. Inicialmente, o período iria até o final de fevereiro.  Com as novas regras, os grandes geradores serão responsáveis pela coleta e armazenamento dos seus dejetos ou terão que pagar uma taxa para o SLU fazer o serviço. A mudança, prevista na Lei 5.610/2016, começará a valer a partir de agosto.

Para os grandes geradores privados, que produzam acima de dois mil litros de lixo por dia, a data vai até 31 de julho. O limite para os que geram acima de mil litros por dia é 31 de outubro, e até 31 de dezembro caso a geração seja acima de 120 litros diários. Esse último prazo, até 31 de dezembro, também se aplicará aos geradores públicos, órgãos e entidades da administração direta e indireta do Distrito Federal e aos demais entes estabelecidos em Brasília, a exemplo de ministérios e embaixadas. Empresas que começarem suas operações depois desses prazos devem se cadastrar em até 60 dias.

De acordo com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, a medida atende a demandas de algumas entidades empresariais e de órgãos públicos. “Entendendo o momento difícil pelo qual passa a economia brasileira e a do DF, escalonar a aplicação dessa lei será mais um apoio para melhorar o ambiente econômico das cidades”, disse o governador, que parabenizou os grandes geradores que já aderiram. As alterações deveriam entrar em vigor nesta quarta-feira (22), mas segundo Rollemberg, o novo cronograma visa dar fôlego às empresas e pessoas físicas atingidas pela lei.

O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, esteve presente na solenidade e reforçou a importância dos novos prazos. Adelmir explicou que as mudanças levam tempo, mas que o escalonamento e a alteração de prazos atendem os interesses do setor produtivo. “As medidas servem para realizarmos efetivamente as devidas adequações e dar orientações aos setores. Claro que isso precisa ser bastante divulgado para que as entidades, sindicatos e empresários tomem conhecimento e compreendam que as exigências estão previstas como uma nova política de geração dos resíduos sólidos”, reforçou Adelmir.

O coordenador do projeto de resíduos sólidos da Fecomércio e representante da Federação no Grupo Técnico de Trabalho – Meio Ambiente da CNC, José Eustáquio Carvalho, explicou que outros fatores ainda não foram esclarecidos. “Uma das maiores dúvidas é a destinação de materiais específicos. Um bom exemplo é o vidro. No DF, não há usinas para reaproveitamento de garrafas desse tipo e o frete para transportá-las para outra unidade é mais caro que o preço da venda. Muitas empresas nos procuraram sem saber para onde levarão esses resíduos”, afirmou José Eustáquio Caravalho.

A partir das datas previstas no cronograma, o SLU encerrará os serviços de coleta, transporte, tratamento e disposição final dos resíduos dos grandes geradores. É o caso de empresas de prestação de serviços, terminais rodoviários, aeroportos, shoppings, supermercados, restaurantes, padarias, lanchonetes e bares. Com isso, a prestação dos serviços de coleta e transporte de lixo deve ser feita pelos que integram esse grupo, por meio de serviço próprio ou contratação de empresa cadastrada no SLU.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de Política de Cookies e Política de Privacidade para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.