Número de famílias endividadas diminuiu no DF

por acm

O percentual de famílias com dívidas diminuiu no Distrito Federal depois de cinco meses em constantes altas. É o que mostra a pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do DF (Fecomércio).

O número de brasilienses que relataram ter dívidas entre cheque pré- -datado, cartão de crédito, carnê de loja, empréstimo pessoal, prestação de carro e seguros teve queda de 3,1%, passando de 87,3% em setembro para 84,2% em outubro deste ano. Ao todo, o DF tem 623.817 endividados em diversas modalidades.

O maior vilão dos brasilienses é o cartão de crédito. Do total de endividados, 89,2% se disseram comprometidos nessa modalidade. Sobre a capacidade de acertar os débitos, 32,7% disseram ter condições de quitar suas dívidas totalmente. Na opinião do presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, a queda mensal no endividamento decorre de uma melhora no orçamento do consumidor. “Os brasilienses estão mais interessados em renegociar pagamentos em atraso. Os juros mais baixos no crédito estão motivando os consumidores a quitarem seus débitos. O décimo terceiro salário também ajuda os endividados”, explica Adelmir Santana.