Novo Secretário de Desenvolvimento do DF participará de reunião com empresários do comércio

O novo secretário de Economia e Desenvolvimento Sustentável de Brasília, Antônio Valdir Oliveira Filho, participará na noite desta terça-feira (11), de um encontro com a Diretoria da Fecomércio, às 18h30, na sede da entidade, no Setor Comercial Sul. A reunião foi marcada para o secretário conhecer as demandas dos empresários dos setores de comércio e serviços. Também será da a oportunidade para que Valdir apresente os projetos que pretende implantar durante a sua gestão à frente da secretaria.

No entendimento do setor produtivo, Valdir é um legítimo representante do meio empresarial, devido ao tempo em que esteve na direção do Sebrae-DF. “Valdir é uma personalidade conhecida, capacitada e um gestor sério e competente. Esperamos que ele, de fato, consiga destravar a máquina pública, combatendo o comércio ilegal e fortalecendo nossa economia”, ressalta o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana.

Perfil

Antônio Valdir Oliveira Filho é bacharel em Administração de Empresas pela UniDF. Funcionário de carreira do Banco do Brasil, era o Superintendente do Sebrae do Distrito Federal. No Banco, trabalhou na Unidade de Negócios com Governo, tendo como responsabilidade a interface com o Ministério do Trabalho e Emprego no Programa de Geração de Emprego e Renda (PROGER). Participou da elaboração do projeto Salas do Empreendedor e do programa de apoio às cooperativas.

Gerenciou a área responsável pela geração de emprego e renda (Assistência a Comunidades Urbanas e Rurais) e a montagem da rede de intermediação do projeto de apoio ao microcrédito, com a elaboração de guias para a sociedade civil organizada. Participou em 2003 do grupo de trabalho que deu origem ao primeiro banco brasileiro especializado em microfinanças: o Banco Popular do Brasil. Foi gerente da área de Desenvolvimento de Produtos e Serviços de Microfinanças e de Microcrédito do Banco Popular do Brasil, entre 2005 e 2006.

Ex-presidente da Associação Brasileira de Sebraes Estaduais (ABASE), integrou em 2006 a equipe responsável pelo Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado, no Ministério do Trabalho e Emprego. Foi ainda assessor master da Diretoria de Micro e Pequenas Empresas do Banco do Brasil, em 2007.