Mercado tem 24,3 milhões de trabalhadores subutilizados em 2016

O número de trabalhadores desempregados e subocupados atingiu 24,3 milhões de pessoas no ano passado, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com esse número, o País registrou uma taxa de subutilização de 20,6% da sua força de trabalho em 2016.

De acordo com a pesquisa, no quarto trimestre, o índice de subutilização da força de trabalho foi ainda pior e chegou a 22,2%. A quantidade de trabalhadores nessa condição indica um aumento de 6% em relação ao terceiro trimestre de 2016 e de 31,4% frente ao quarto trimestre de 2015.

Entre as regiões analisadas pelo IBGE, a Nordeste registrou a maior taxa, de 33% no último trimestre de 2016, enquanto a menor partiu do Sul (13,4%). Entre os estados, a taxa de subutilização bateu 36,2% na Bahia, a maior registrada no país. A menor taxa foi registrada em Santa Catarina, de 9,4%.