Literatura Para Todos

por acm

Adelmir Santana – Presidente da Fecomércio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.

Ler é um ato de libertação. Educar uma criança, um jovem ou até mesmo um adulto para a leitura é dar a esse indivíduo liberdade para pensar, para imaginar. Quem lê alimenta o espírito e alivia a alma. Torna-se uma pessoa criativa, aumenta seu conhecimento e amplia sua capacidade de interpretação do mundo. São benefícios como esses os responsáveis por fazer dos livros importantes instrumentos de educação. Mas, infelizmente, essas ferramentas do saber ainda hoje permanecem inacessíveis para boa parte da sociedade. É preciso disseminar a literatura e promover a educação se realmente quisermos transformar a realidade brasileira.

Esse debate precisa estar presente em todas as instituições. Na Federa- ção do Comércio, de forma pioneira entre as organizações do setor, nós decidimos encampar essa bandeira. Demos início ao programa social Literatura Para Todos. Mensalmente, a Fecomércio doará produtos literários nos formatos de livros, cadernos educativos e revistas de passatempo para organizações não governamentais cadastradas no projeto. Somente nesta primeira etapa já foram doadas 100 mil revistas infantis de colorir e, em novembro, serão entregues 10 mil livros.

Não se trata de uma medida polí- tica e, tampouco, envolve o uso de recursos públicos. O programa Literatura Para Todos é fruto de uma ação exclusiva da iniciativa privada, capitaneada pela Fecomércio com o apoio da Ediouro Gráfica, editora dos materiais que serão doados, e do Sesc, responsável por programas sociais renomados como oMesa Brasil (distribuição de alimentos) e o Bibliosesc. Nosso objetivo é incentivar a leitura e auxiliar a formação de bibliotecas. O programa não tem data para acabar e muito menos um nú- mero limite de entidades beneficiadas. Junto com outras ações realizadas pelo nosso sistema, o que pretendemos é continuar a fazer a nossa parte. A literatura é um patrimônio precioso e difundir essa cultura é um compromisso a ser seguido.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 21/10/2013.

Brasília, 21 de outubro de 2013.