Intenção de Consumo das Famílias do DF tem alta em dezembro

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) brasilienses apresentou alta em dezembro e atingiu 91,1 pontos, contra 89,7 registrados em novembro. É o que mostra pesquisa divulgada pela Fecomércio-DF. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve uma alta de 1,6 pontos na intenção de consumo dos brasilienses. Em dezembro do ano passado, a pesquisa havia registrado 89,5 pontos – Valores abaixo de 100 indicam um pessimismo por parte da população.

A pesquisa demonstra que os entrevistados não acreditam que o momento é bom para conseguir empréstimo ou crédito para comprar a prazo: 73,3% dos consumidores dizem ser um momento difícil para esse tipo de compra. Enquanto 63,3% informam que estão comprando menos e mais da metade dos entrevistados (54,0%) explica que não está interessada em comprar bens duráveis.

O levantamento mostra também que 70,3% dos trabalhadores se sentem mais seguros em relação ao emprego e 51,6% disseram que a renda atual está melhor do que na comparação com o mesmo período do ano passado. A Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) é um indicador com capacidade de medir, com a maior precisão possível, a avaliação que os consumidores fazem sobre aspectos importantes da condição de vida de sua família, tais como capacidade de consumo, atual e de curto prazo; nível de renda doméstico; segurança no emprego; e qualidade de consumo, presente e futuro.