Disputa pelo Buriti

por acm

O jogo começou. Desde janeiro, a cada dia novas peças são postas no xadrez político brasiliense. A menos de um ano e meio das eleições, pelo menos duas candidaturas ao governo local são dadas como certas. De um lado, está o atual governador Agnelo Queiroz (PT) e seu vice Tadeu Filippelli (PMDB), ambos candidatos à reeleição. De outro, está o senador Rodrigo Rollemberg (PSB). Também se movem em direção ao Palácio do Buriti o grupo de Roriz, a deputada distrital Eliana Pedrosa (PSD) e alguns partidos de pequeno porte. Nos bastidores, fala-se ainda nos senadores Cristovam Buarque (PDT) e Gim Argello (PTB), nas movimentações de Paulo Octávio e Arruda e nos deputados federais Pitiman (PMDB) e Reguffe (PDT).

Diante de tantas possibilidades, se consolidarão os candidatos que conseguirem formar alianças fortes. Por isso, será interessante observar quais serão os caminhos tomados por Cristovam e Reguffe daqui para frente. É fato que se os pedetistas se unirem ao grupo de Rollemberg, independentemente do candidato, terão formado uma chapa forte. Separados, suas chances diminuem bastante. O mesmo vale para Roriz, Paulo Octávio e Arruda. Juntos, podem decidir a eleição. Pesa para essas três lideranças, no entanto, a falta de um nome de consenso. No atual cenário, a indefinição de todos e o passado de muitos favorecem o surgimento de uma quarta ou quinta via, quem sabe. Não se pode menosprezar, nunca, a voz das ruas.

A população tem se mostrado insatisfeita com os candidatos. Uma pesquisa realizada no ano passado apontou que 70% dos brasilienses desaprovam o governo. Os eleitores também estão cansados de escândalos e esquemas de corrupção. Os cidadãos querem governantes competentes, sérios e dispostos a trabalhar. Brasília precisa de um líder ético e bom administrador. Se esse sentimento por renovação crescer, o nome do próximo governador poderá surpreender, podendo não ser nenhum dos citados. O povo irá dizer.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 27/05/2013

Brasília, 27 de maio de 2013.

Adelmir Santana – Presidente da Fecomercio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.