Desenvolvimento

por acm

Adelmir Santana

Presidente da Fecomércio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.

Promover o desenvolvimento empresarial, a educação de jovens para o mundo do trabalho e a realização de pesquisas mercadológicas não é uma tarefa fácil. É um desafio que o Instituto Fecomércio tem encarado com afinco desde 1996. Neste mês de setembro, a instituição completou 18 anos. Uma sessão solene realizada na Câmara Legislativa, no dia 23, proposta pela deputada Liliane Roriz, com a presença do presidente da Casa, deputado Wasny de Roure, e do deputado Aylton Gomes, marcou a data. Durante a ocasião, a diretora executiva do IF, Elizabet Campos, teve a oportunidade de fazer um balanço público da gestão da entidade.

É importante ressaltar que nos últimos quatro anos a atuação do Instituto Fecomércio foi ampliada para beneficiar a sociedade brasiliense. Entre 2010 e 2014, o IF inseriu mais de 16,5 mil estagiários no mercado profissional, realizou 118 pesquisas e treinou 10 mil profissionais. Esses números mostram como é importante gerar conhecimento e investir na melhoria do ambiente produtivo no Distrito Federal. As pesquisas são valiosas ferramentas que orientam os mais diversos segmentos, tanto privados quanto governamentais.

Os programas de jovem aprendiz e de estágios integram às políticas públicas de emprego para a juventude, com o objetivo de atender a lei e incentivar a formação de jovens para o mundo do trabalho, com o exercício da cidadania. Os treinamentos para empresários ajudam a promover a competitividade e o desenvolvimento das empresas do DF. Os cursos priorizam a inovação, as empresas e a melhor utilização da capacidade produtiva dos setores de Comércio, serviços e turismo. Tudo isso é feito visando à melhoria do ambiente de negócios, com respeito a valores como ética, transparência, inovação, qualidade, empreendedorismo e responsabilidade socioambiental. No final, quem ganha é a economia e a população do DF.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 29/09/2014