Construtores de Brasília

por acm

Adelmir Santana

Presidente da Fecomércio-DF, entidade que administra o Sesc, o Senac e o Instituto Fecomércio no Distrito Federal.

Foram muitos os responsáveis por construir Brasília. Cada pioneiro teve o seu papel de destaque na realização dessa obra e deve ser reconhecido por isso. Um dos detalhes mais surpreendentes dessa epopeia é que o projeto de interiorização do Brasil e de construção da nova capital não surgiu nos anos 1950, como se pode imaginar. Foi um sonho, verdadeiramente, sonhado por muitos e vivido em diferentes momentos da história. Divulgar esse fato, além de homenagear quem acreditou nesse ideal, talvez seja o grande mérito da exposição “Construtores de Brasília”, concebida pelo Serviço Social do Comércio no DF.

Ao longo de painéis sinuosos, que simulam os traços da cidade, o visitante pode conhecer a biografia de homens e mulheres que um dia vislumbraram a capital da esperança e acompanhar a evolução de Brasília. Dividida em três temas visionários, legisladores e edificadores, amostra começa com Marquês de Pombal a quem é atribuída a ideia, formulada ainda em 1761, de fazer do Rio de Janeiro apenas uma capital provisória e levantar no interior uma cidade nova e se encerra com os candangos, passando por nomes como Hipólito da Costa, José Bonifácio, Lauro Muller, Luiz Cruls, Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, entre outros personagens.

É muito interessante perceber que várias pessoas tiveram a mesma visão em momentos distintos. E é mais emocionante ainda ver que, com a bênção de Dom Bosco, com a luta dos Inconfidentes e com a coragem de Juscelino Kubitschek – também retratados na exposição – esse sonho se tornou realidade. Localizada na área externa do Museu da República, a mostra ganha ainda mais relevância devido à realização da Copa do Mundo. Para beneficiar a maior quantidade de pessoas, os textos foram escritos em português, inglês e espanhol e a visitação ficará aberta 24 horas por dia até 3 de agosto. Com mais essa iniciativa, o SESC-DF espera ajudar a transformar a nossa sociedade, sobretudo com ações sociais nas áreas de educação e cultura.

Publicado originalmente no Jornal de Brasília 23/06/2014.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de Política de Cookies e Política de Privacidade para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.