Concurso Marca Brasília é apresentado para deputados distritais

Membros da Câmara de Turismo e Hospitalidade da Fecomércio-DF se reuniram com deputados distritais que fazem parte da Frente Parlamentar de Turismo. O encontrou ocorreu nesta terça-feira (7), na Câmara Legislativa, e teve o objetivo de debater formas de alavancar o turismo na cidade, além de apresentar aos parlamentares o concurso Marca Brasília, que busca desenvolver uma identidade visual para a capital da República.

fotogrupoA responsável por apresentar o projeto foi a integrante da Câmara de Turismo da Fecomércio e presidente da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do DF (ADVB/DF), Cláudia Maldonado. Ela destacou que destinos turísticos consolidados no Brasil e no mundo tem uma imagem própria. Brasília precisa seguir esse caminho para alavancar o turismo na região.

“Brasília é uma cidade nova. Entretanto, temos a responsabilidade de ser a capital federal, então vivemos essa dualidade. Também observamos um comportamento por lado do brasileiro em geral, que associa a corrupção com a nossa cidade. Por isso, é importante criarmos uma identidade que transforme essa forma de pensar das pessoas a respeito da nossa cidade”, destacou Claudia. O presidente da Câmara de Turismo da Fecomércio, Francisco Maia, reafirmou a importância da iniciativa, que será uma marca de turismo, de identificação da sociedade brasiliense e sem pertencimento ao governo.

Uma representante da Fundação Assis Chateaubriand também esteve presente na reunião para apresentar o projeto Embaixador do Turismo, que visa a despertar o interesse de jovens para o turismo. A superintendente da Fundação, Mariana Borges, explicou o projeto, já implantado com sucesso no estado de Pernambuco. “Nosso objetivo é despertar o interesse do jovem para o turismo, a ideia é trabalharmos nas 23 regiões administrativas do DF e ao final eleger 46 embaixadores do turismo”, informou Mariana.

Ela explicou também como funcionará o projeto: na primeira etapa, os estudantes participarão de um concurso de produção de texto. No texto, poderão falar sobre as particularidades locais, a exemplo de tradições, gastronomia, belezas naturais e patrimoniais. Após a seleção dos melhores textos, os eleitos das cidade administrativas receberão uma câmera para produzirem um vídeo sobre os atrativos municipais.

Também foi extensamente discutido no encontro soluções para alavancar o número de turistas na cidade, tais como: a necessidade de aprimorar a infraestruturas dos monumentos, com mais informações para os visitantes; criar um plano de divulgação desses pontos que, muita das vezes, não são conhecidos nem pela própria população; uma maior participação do Executivo no setor, junto com o Poder Legislativo e a revitalização do Fundo de Fomento à Indústria do Turismo do DF, que nunca funcionou, e poderá servir como um recurso importante para o fomento do segmento.

O presidente da Câmara de Turismo, Francisco Maia, salientou que o setor de turismo é esquecido pelo Poder Executivo e pediu mais comprometimento. Segundo ele, é necessário ter uma visão de que o turismo é uma fonte de renda que pode movimentar a economia. “O governo atual rebaixou a secretaria de turismo para subsecretaria. Nós do trade estamos nos mexendo para valorizar o setor, com projetos da Câmara de Turismo da Fecomércio”, salientou.

O deputado distrital Claudio Abrantes (Rede), que faz parte da frente parlamentar do turismo, disse que outras secretarias de governo como cultura, esporte e algumas administrações também devem participar das reuniões da frente, com o intuito de engrandecer o debate. “Precisamos conversar com a Terracap, alguém da parte de estrutura, por exemplo. Hoje, o primeiro monumento do DF, que é a Pedra Fundamental, localizada em Planaltina, tem um acesso que é feito por uma estrada de chão, e quando chega lá não tem informação nem segurança. Eu acredito que seja necessário incluir outros órgãos nesse debate para que nosso esforço de alavancar o turismo não seja em vão”, salientou o deputado. “Quando você chega em uma cidade que tem turismo como prioridade o visitante tem desde a informação até o transporte, alimentação, lembrancinhas e segurança”, concluiu Claudio.

Também estiveram presentes na reunião o assessor tributário da Fecomércio-DF, Aduardo Almeida; a assessora de projetos especiais da Fecomércio, Jackeyline Reis Mapurunga; o assessor parlamentar da instituição, Athayde Passos da Hora e os deputados: Wasny de Roure (PT), presidente da Frente Parlamentar de Turismo, e Lira de Medeiros da Silva (PHS).