Comércio do DF espera crescimento modesto de 1,44% nas vendas durante a Páscoa

Os comerciantes brasilienses esperam um crescimento de 1,44% nas vendas da Páscoa em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que revela a pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio, entre os dias 20 e 24 de fevereiro, com 401 empresários de 11 segmentos. Em 2016, a estimativa de crescimento nas vendas foi de 3,35% para a data comemorativa, o que acabou não se confirmando posteriormente.

Mesmo acreditando em uma melhora, os empresários ainda estão cautelosos com a crise econômica. A maioria, 36,4% dos entrevistados, espera vendas iguais as de 2016, enquanto 35,2% dos comerciantes aguardam um crescimento nas vendas. Por outro lado, 28,4% esperam queda. O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, explica que  a expectativa de crescimento indica a esperança do empresário de alavancar as vendas no período, depois do movimento fraco dos outros anos. “Esse ano temos uma situação atípica, que não tivemos anteriormente, que é a liberação do saque das contas inativas do FGTS por milhares de brasilienses. Essa iniciativa movimentará a economia brasiliense e estimulará o consumo”, afirma Adelmir. Ainda segundo ele, esta é a primeira data importante para o comércio em 2017 e funcionará como termômetro para os empresários medirem como serão as vendas durante o resto do ano.

Entre os segmentos otimistas, o de chocolataria é o que espera melhor movimento durante o período, com expectativa de crescimento nas vendas de 7,03%; seguido por calçados e acessórios (6,02%); padaria/confeitaria (5,97%); vestuário (4,41%); loja de artigo para presente/armarinho/souvenir (3,14%); eletroeletrônicos (3,00%); supermercado/hipermercado (0,69%); perfumaria/cosmético (0,09%). Já o segmento de floricultura é o mais pessimista, com uma expectativa de redução na comercialização de produtos de -9,29%; seguido por loja de brinquedo (-5,17%) e livraria/papelaria (-3,33%).

Com a expectativa de crescimento moderado das vendas, apenas 17% dos empreendedores declararam que irão ampliar seus estoques. A maioria dos lojistas (67,8%) declarou que deve manter o mesmo nível de estoque do ano passado. Entre os empresários entrevistados, 46,4% confirmam que utilizarão estratégias específicas de vendas para a Páscoa.

Em relação a valores, 78,1% dos empresários disseram que irão aumentar o preço do produto na comparação com 2016. A justificativa para esta alta é o aumento de impostos (43,1%) e repasse do fornecedor (34,5%). Apenas 6% das empresas realizarão contratações temporárias para o período.

Consumidor

Entre os consumidores entrevistados, 50,7% pretendem presentear alguém. A maioria dos entrevistados (97,9%), independente do gênero, deve comprar chocolates e trufas para comemorar a Páscoa. A forma de pagamento preferida dos consumidores para este período será à vista, em dinheiro (72,6%), seguido por cartões de crédito (14,1%) e cartões de débito (13,2%). Os motivos que mais chamam a atenção dos consumidores para realizar as compras nesta data comemorativa são: promoções, preços e qualidade dos produtos.

Olá! O nosso site usa cookies e, portanto, coleta informações sobre sua visita para melhorar nosso site. Por favor, consulte nossa página de Política de Cookies e Política de Privacidade para mais detalhes ou concorde clicando no botão 'Aceitar'.

Configurações de cookies

A seguir, você pode escolher quais tipos de cookies permitem neste site. Clique no botão "Salvar configurações de cookies" para aplicar sua escolha.

FunctionalNosso site usa cookies funcionais. Esses cookies são necessários para permitir que nosso site funcione.

AnalyticalNosso site usa cookies analíticos para permitir a análise de nosso site e a otimização para o propósito de usabilidade.

Social mediaNosso site coloca cookies de mídia social para mostrar conteúdo de terceiros, como YouTube e Facebook. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

AdvertisingNosso site coloca cookies de publicidade para mostrar anúncios de terceiros com base em seus interesses. Esses cookies podem rastrear seus dados pessoais.

OtherNosso site coloca cookies de terceiros de outros serviços de terceiros que não são analíticos, mídia social ou publicidade.