Captação de água em Santa Maria e no Descoberto poderá ser ainda menor

A escassez de chuvas e a continuidade da crise hídrica no DF fizeram com que a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa) tomasse mais medidas para garantir a segurança hídrica no território. Por meio das Resoluções nº 1 e nº 2, publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal desta segunda-feira (20), a estatal limita a captação de água nos Reservatórios do Descoberto e de Santa Maria. A medida é justificada pelo baixo nível dos reservatórios, que deveriam estar acima dos 60% de capacidade.

No Descoberto, a captação será de 3,5 mil litros por segundo durante o mês, contra os atuais 3,8 mil litros. Já em Santa Maria, a vazão mensal captada será limitada a 500 litros por segundo (hoje são cerca de 350). Às 7h30 desta segunda-feira (20), a Barragem do Rio Descoberto estava com 37,49% da sua capacidade, e o Reservatório de Santa Maria, com 45%.