A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e o Sebrae realizaram nesta terça-feira (8) o primeiro dia do Movimento para a Inovação em Comércio e Serviços, o Movin. O encontro ocorreu na sede da CNC em Brasília, no Setor Bancário Norte, e segue até esta quarta-feira. O presidente da Fecomércio-DF e vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Adelmir Santana, participou da cerimônia. O painel de abertura foi composto pelo vice-presidente da CNC e presidente da Fecomércio-AM, José Roberto Tadros, pelo Ministro do Trabalho, Helton Yomura, pela diretora técnica do Sebrae, Heloísa Menezes, e pela secretária executiva do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Yana Alves.

O encontro é destinado a empresários e representantes de entidades sindicais que atuam na área. A intenção é aprimorar a gestão para que, na era digital, os negociantes ganhem mais competitividade com a adoção de boas práticas e novas tendências. A primeira palestra começou às 10h, com o bloco “O novo consumidor”. O empresário Facundo Guerra apresentou o painel “Sua empresa está preparada para o mundo?”. Ele é considerado um dos maiores empreendedores brasileiros quando o assunto é inovação, economia criativa e comportamento do consumidor.

Logo em seguida ocorreu uma mesa de debates, com a participação dos empresários Fábio Watte, Marina Age Saide Schwartzman e Anna Beatriz Waehneldt, do Senac. A mediação foi da diretora técnica do Sebrae, Heloiza Menezes. À tarde, teve uma apresentação sobre o Programa de Desenvolvimento Empresarial pela Fecomércio e pelo Sebrae, ambos do Paraná. O segundo bloco do dia foi Empresas 360° – A revolução da gestão. O engenheiro mecânico Edmour Saiani ministrou a palestra “A revolução dos pequenos”.

Em seguida, teve a apresentação de casos envolvendo mulheres de negócios, com o painel “O contexto do empreendedorismo feminino”. Os debates foram com as empresárias Cida Aguilar e Daiana Garcia e moderação de Elizabet Campos, do Instituto Fecomércio do Distrito Federal. Ao final do bloco, às 15h30, houve o painel “Pensamento 360° para melhorar o desempenho do varejo, com o arquiteto Júlio Takano Kawahara. Júlio é CEO da Kawahara – Takano Retailing, empresa que atua no varejo desenvolvendo arquitetura de negócios e conceitos de store design e visual merchandising, fundada há mais de 26 anos.

Mulheres empreendedoras

MOVIN 2018-0685

Com o empreendedorismo feminino em alta no Brasil, a parte da tarde ficou reservada para um debate com cases de mulheres de negócio. Com o painel intitulado: Contexto do empreendedorismo feminino, a diretora-executiva do Instituto Fecomércio, Elizabeth Campos, foi responsável por mediar o debate entre dois casos de sucesso. “Antes de mais nada gostaria de dizer que o empreendedorismo feminino é um instrumento de transformação social. Nesta tarde, vou apresentar a todos dois casos dessa transformação”, contou Elizabeth.

Segundo dados apresentados pelo Sebrae, atualmente são mais de 7 milhões de mulheres que tocam seus próprios empreendimentos, e a tendência é que esse número continue a crescer. Um exemplo disso está na história de Cida Aguilar, dona de pousadas em Itacaré e vencedora do prêmio Sebrae na categoria Pequenos Negócios. Ela foi apresentada com um dos casos de sucesso no universo feminino. “Desde o início nós temos uma forte parceria com o Sebrae em vários treinamentos, capacitações, viagens, workshops, feiras de turismo, entre outros. O Sebrae sempre nos apoiou e foi um grande colaborador para chegar onde chegamos”, diz ela. “Hoje, geramos 80 empregos diretos. Fomos pioneiros na cidade com as parcerias do Senac e Sebrae. Fizemos cursos na área de Marketing, alimentos seguros, atendimento a clientes. Somos a primeira e única pousada no processo de certificação de ISO da região”, comentou.

Outro caso de sucesso apresentado foi o da empresária Daiana Doraci, dona da Loja Nice, localizada no bairro Silvia Regina, em Campo Grande (MS). Ela e o marido Edgar assumiram os negócios em 2006, depois de anos de dedicação da mãe dela, dona Nice. Hoje, os dois mal param em Campo Grande. “Teve semana que dormi um dia só em casa. A gente viaja até três vezes por semana para fazer compras em São Paulo”, justifica a empresária. Desde 2016, a Loja Nice (Avenida Capibaribe) oferece semanalmente as mais variadas novidades da moda, selecionadas pelo casal em idas e vindas a grandes centros de confecção e divididas por setores em uma loja ampla, totalmente reformulada, mas que continua no mesmo endereço.

MOVIN 2018-0634

Para a diretora executiva do IF, Elizabeth Campos, os dois casos apresentados servem como fonte de inspiração para outras mulheres e para os homens. “As mulheres estão vivendo uma nova era. O importante é repassar conhecimentos. Precisamos ser fontes de inspiração adotando modelos de parceria nos negócios com os homens”, finalizou Elizabeth. Nesta quarta-feira, o MovIN começa às 9h com o bloco “Retail Tech: Inovação e tecnologia de varejo”, com a apresentação do painel “Inovação e diferenciação de mercado”, com Cláudio Forner, que é administrador de empresas e especialista em comercialização internacional. Em seguida será realizada uma mesa de debates que terá como moderador o coordenador da CNC, Francisco Saboya e a participação de dois empresários. No final da manhã será o bloco sobre “Disrupção tecnológica & Omnichannel”, com a apresentação do painel do administrador de empresas Eduardo Yamashita. O evento será encerrado com a mesa de debates que terá a moderação de Aldo Gonçalves, do Clube de Diretores Lojistas (CDL) do Rio de Janeiro. O presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), João Sanzovo Neto, fará uma exposição sobre “o uso do Big Data no varejo”.