A violência no trânsito de Brasília provocou um impacto econômico de R$ 2,83 bilhões no ano passado, ou 1,09% do Produto Interno Bruto (PIB). O cálculo é do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), da Escola Nacional de Seguros. De acordo com o estudo, essa é a perda da capacidade produtiva causada por acidentes que mataram 287 pessoas e deixaram outras 128 com invalidez permanente. O valor corresponde ao que seria gerado pelo trabalho das vítimas caso não tivessem se acidentado.

Entre 2015 e 2016, houve redução de 43% na perda do PIB do DF. No ano anterior, o valor  da perda no PIB foi de R$  5,01 bilhões. O fator que mede a perda da capacidade produtiva é chamado de Valor Estatístico da Vida (VEV), ou seja, o quanto cada brasileiro deixa de produzir anualmente em caso de morte ou invalidez.